Começo com uma pergunta:

Por que você deveria conhecer mais sobre esse tema?

Imagine que chega um cliente no seu consultório, com problemas no relacionamento. Certamente você trabalhará essas questões com ele na terapia individual de forma incrível!

Talvez você busque identificar como esses problemas surgiram, por que essas questões o incomodam, que outras possibilidades podem existir além das que ele já tentou, etc… etc… etc…

Com tudo isso, você provavelmente ajudará o seu cliente a se incomodar menos, a mudar alguns comportamentos, a talvez influenciar a mudança no padrão da relação e, consequentemente, melhorá-la etc.

Entretanto, mesmo fazendo tudo o que pode ser feito em uma terapia individual, existe uma limitação, pois a outra pessoa do casal não está presente. Portanto, através da terapia individual, o seu cliente pode sim melhorar muito o relacionamento dele, mas talvez ainda sinta que falta alguma coisa…

A Dois é Melhor

terapia-de-casal-psicoterapia-de-casal1

Mas… e se eu te disser que existe um outro método que também pode ajudar muito o seu cliente, pois trabalhará com o casal ao vivo, com a presença dos dois, tudo aquilo que os aflige e que, além disso, esse trabalho ainda pode ser feito em parceria com o seu, já que a terapia de casal e a individual se complementam – ou seja, você não precisa perder o cliente :)?

Além disso, a procura pela terapia de casal tem crescido muito e acredito que a tendência seja continuar crescendo. Para você ter ideia, atualmente metade dos meus clientes são casais.

Acredito que isso esteja acontecendo por que um dos principais pilares da vida das pessoas é o relacionamento amoroso, e elas estão buscando, cada vez mais, soluções para manter a sua relação, sem abrir mão da felicidade (antigamente, era muito comum as pessoas abrirem mão da felicidade apenas para manter seus casamentos, mesmo que fossem patológicos e fracassados, mas, hoje em dia, parece que isso está mudando).

Por isso, quero te apresentar a Terapia de Casal.

Quando eu saí da faculdade, meu conhecimento sobre esse tema era muito raso, muito superficial. Era praticamente o senso comum, já que na faculdade não tive muito contato com esse assunto.

Quando me formei, decidi fazer uma pós graduação em alguma área.

Eu queria me aprofundar em algum assunto e, dentre as opções na universidade em que eu decidi ingressar, havia o curso de Pós Graduação em Terapia de Família e Casal.

Como relacionamento era um tema que me interessava muito, eu resolvi fazer minha pós graduação em terapia de família e casal.

Caindo de Paraquedas

terapia-de-casal-psicoterapia-de-casal2

Confesso, que foi meio de “paraquedas” que eu caí ali, já que o meu contato com o tema, até então, tinha sido extremamente superficial.

Foi apenas na pós-graduação que eu tive um contato real com terapia de casal e eu REALMENTE entendi o que era isso.

A partir de então, eu basicamente me apaixonei por tudo e passei a conhecer mais uma possibilidade de trabalho, que era também, mais uma possibilidade de ajudar os meus clientes.

Normalmente, quando converso com alguns psicólogos ou estudantes de psicologia, após as palestras que dou, percebo que eles se interessam muito pelo assunto, mas que, em sua maioria, também têm um conhecimento muito iniciante sobre o tema (aquele mesmo que eu também tinha antes de ingressar na pós-graduação e conhecer mais a área).

Objetivos do Canal

terapia-de-casal-psicoterapia-de-casal3

Por isso, o meu objetivo com esse canal é que você:

  • Tenha a oportunidade de conhecer mais uma área da Psicologia (área essa, que eu acho fascinante, mas sou suspeita para falar),
  • Tenha mais embasamento para identificar quando sugerir e encaminhar o seu cliente para a terapia de casal,
  • Desperte o interesse para o assunto e, quem sabe, até mesmo se especialize e se torne um terapeuta de casais também, e
  • Conheça mais técnicas e ferramentas para o seu trabalho com casais.

Para atingir esses objetivos, pretendo abordar diversas questões sobre o assunto, à luz, principalmente, da Abordagem Sistêmica, como:

  • Qual é o papel do terapeuta de casal?
  • Quais as semelhanças e diferenças entre terapia individual e terapia de casal?
  • Quais os principais desafios da terapia de casal?
  • Quais as principais demandas terapêuticas?
  • Quais os objetivos da terapia de casal?
  • Quando indicar terapia de casal para o meu cliente?

E muitas outras particularidades sobre o assunto que iremos abordar.

Espero que você me ajude a construir esse canal (já que ele é feito para você), enviando suas dúvidas, sugestões e comentários.

Vamos juntos?

Autor

Renata de Azevedo

renata@renatadeazevedo.com.br

Se você navegou pela academia do Psicólogo mas ainda tem dúvidas sobre o que podemos fazer por você, é só entrar em contato conosco. Vem com a gente construir um novo tempo para a Psicologia no Brasil.

  • Rua Barão de Teffe , nº.160 - Sala 1301
    Jardim Ana Maria, Jundiaí - SP - CEP: 13208-760

  • Tel: +55 11 3280-2888
    Whats: 31 9 95952490

  • suporte@academiadopsicologo.com.br





© 2017 Academia do Psicólogo. Todos os direitos reservados.